João Marcos Adede y Castro

JOÃO MARCOS ADEDE Y CASTRO é graduado em Direito pela Universidade Federal de Santa Maria, sendo Mestre em Integração Latino Americana, pela mesma Universidade.

 

É doutor em Ciências Jurídicas e Sociais, pela Universidade del Museo Social Argentino, e doutorando em Direito Civil pela Universidade de Buenos Aires, ambas de Buenos Aires.  

 

Foi Promotor de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul por quase 30  anos, tendo exercido as atribuições de Promotor de Justiça Especializada de Defesa Comunitária, com atuação preponderante nas áreas de defesa do meio ambiente, interesses sociais e coletivos e improbidade administrativa. É Professor Universitário.

 

 É membro e  foi Presidente da Academia Santa-Mariense de Letras, ocupando a cadeira número 16, cujo patrono é o escritor e jurista  Darcy Azambuja. É advogado em Santa Maria, RS.

Procure por Tags

DEUS É BOM E AMOROSO

30.01.2018

DEUS É BOM E AMOROSO

 

Aqui no Calçadão tem um cantor que passa os dias a gritar, a todo pulmão, que “se você não fizer isso vai pro inferno”, que se “você não acreditar naquilo Deus vai te castigar” e outras ameaças terríveis!

Além do cantor ser bem fraquinho, suas ameaças são absurdas, pois quem leu qualquer coisa da Bíblia sabe que Deus é bom e amoroso, generoso e não vingativo.

Quando alguém reclama de seus berros, fica injuriado e só falta remeter o atrevido direto para o inferno. Afinal, ela é gerente do local!

Sei que as religiões, ao longo dos séculos, usaram dessas ameaças de inferno e castigos como forma de convencer tortamente as pessoas a agirem corretamente, de serem honestas. Mas, por Deus, isso já passou!

Deus nos deu livre arbítrio, ou seja, capacidade para decidir entre o bem e o mal, e nos indicou o caminho do bem e do mal, cabendo a cada um de nós assumir as responsabilidades pelas escolhas que fazemos.

Quem fizer o bem terá boas possibilidades de receber o bem, quem fizer o mal terá boas possibilidades de receber o mal, mas não há certeza nenhuma nesse sentido. Quanta gente boa sofre mais do que merece e quanta gente ruim se delicia com o que não merece!

Tem gente que adora ser ameaçado com fogo do inferno (nem sei se isso existe de fato ou é mera alegoria para assustar os trouxas!), como argumento para acreditar em Deus e fazer o bem, mas eu odeio isso e quem usa dessa técnica.

Existem tantas verdades, tantas histórias de amor, tantos exemplos de generosidade, tantas recompensas aos justos, porque diabos o cantor do Calçadão tem de passar vociferando e ameaçando com o demônio e o inferno?

Fale de amor, de generosidade, de respeito, de perdão, de solidariedade.

Tenho certeza que as pessoas te achariam menos chato e mais positivo.

Alguém vai dizer: Coitado, está ganhando a vida! Ok, mas não poderia ganhar a vida sem o demônio como argumento?

Meu pai já dizia: Quem muito chama o Demônio para os outros, acaba recebendo-o para si.

Pronto, falei!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Black Round

© 2017 por João Marcos Adede y Castro

  • Facebook Black Round